CFL @ 23:46

Seg, 02/10/06

Deram-me uma boa ideia... um relógio em contagem decrescente até ao último dia de tortura jurídica. Mas tenho medo que dê azar. Até arranjei o relógiozinho... olhei para ele e faltavam 297 dias, 00 horas e 10 minutos. Os segundos que, segundo a segundo, iam decrescendo arrepiaram-me. Para quê ansiar tanto pelo momento, quando o que o futuro nos reserva pode não ser o que reservámos para nós?

 

Só os loucos se aventuram? Que espírito podemos ter quando nos entregamos voluntariamente à forca? Dizem que em tempos houve alguém que se entregou voluntariamente para remissão dos pecados dos outros. E eu, que até nem sou católica, lá tentei também, qual salvadora de mim mesma (leia-se, da minha média) entregar-me voluntariamente para remissão dos meus pecados (leia-se, das minhas notas). Mas que espírito podemos ter quando a derrota é certa? Que vontade nos impele quando sabemos que a batalha será inglória?

 

Porque haveria eu de me meter numa coisa destas? Two gone, six to go e as duas que já estão, por minha culpa, minha tão grande culpa, lá se mantiveram plácidas, sem alterações.

 

As próximas seis que venham, ao menos visto fato nesses dias.

 

 


sinto-me: desmotivada

kaos @ 10:14

Ter, 03/10/06

 

É necessário continuar a acreditar que até ao fim há sempre uma esperança. Quem sabe se o mundo dá uma piroeta, se a lua se põe a dançar ou se a justiça realmente acontece. Acredita e vai em frente, afinal o único caminho que podemos seguir.
bjs


CFL @ 14:49

Ter, 03/10/06

 

Kaos,

Obrigada pelo apoio. O que ainda me vai valendo é a esperança e muita preserverância... E, hoje, já só faltam 296 dias! ;-)

Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

15
17
18
20
21

22
23
25
26
27
28

29
31


Portugueses aqui
online
Portugueses desde 28Set2008
free hit counter
hit counter
Arquivo de Ideias
Procurar ideias
 
Portugueses que me recomendam
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
blogs SAPO