CFL @ 23:55

Qua, 15/10/08

Hoje, há seis anos atrás, começava o meu curso e uma nova etapa. Hoje, mais de um ano depois de o ter acabado, fiz algo que não fazia há mais de seis anos. Arrisquei. E quando a adrenalina passa, quero mais... um pouco mais... muito mais... de ti.

 

A realidade não usa gravata.

 

E fica tão bem assim.

 




CFL @ 00:55

Qua, 21/05/08

Como manda a tradição, um ano depois desfiz finalmente o lacinho com que fechei a pasta das fitas e passei uma hora a rele-las. E um ano depois, transportei-me para aquele lugar, para aquele momento único. E um ano depois, tudo é já tão diferente!

A fita preta que nunca chegou a ser escrita e o namorado que deixou de o ser.

Os amigos com que partilhava todos os dias e que continuam a fazer-me sorrir todas as manhãs com um simples e-mail (já combinávamos alguma coisa à séria!!!), porque continuam aqui pertinho, no coração.

O amigo que me prometeu cafés, que afinal se transformaram em almoços.

Os desejos de realização dos meus sonhos impressos a caneta dourada.

E a concretização de alguns deles.

A fita que nunca mais poderá ser repetida e a estranha tristeza que sinto por essa perda.

Todas as pessoas que estou a aprender a conhecer este ano.

Todas as pessoas a quem devia ter dado fita e não dei.

E todas as fitas que me arrependi de dar.

E é verdade!... Aquelas pessoas de quem me esqueci.

Aquelas de quem não me devia ter esquecido.

Aquela pessoa que eu era nesse dia.

E a pessoa que sou hoje.

Tudo o que desejava, tudo o que esperava.

E todos os sonhos que guardo agora em mim.

As surpresas que encontrei.

O lugar onde estou hoje.

O desconhecido que me espera.

Um ano na nossa vida pode mudar tudo.

E a mudança que começou naquele pequeno momento no tempo, transforma o lugar de agora em algo muito especial!

 




CFL @ 23:42

Qua, 10/10/07

O meu novo carimbo de advogada estagiária é uma pequena felicidade que me alegra o fim do dia e me provoca um misto de emoções pelo que aí vem.

 

A minha nova média final de curso, engradecida em um valor, é uma grande felicidade que me alegra o fim do dia e me dá a sensação de missão cumprida.

 

E é por estas pequenas e grandes felicidades que sempre me guiei.




CFL @ 22:42

Ter, 02/10/07

Ou mais 0,02 para a média.

 

 


Tags:


CFL @ 22:38

Ter, 11/09/07

A FDL , como sempre a conhecemos...

vai deixar de existir!...

 

Os mais curiosos ou os menos desprendidos da vida académica devem consultar o novo Regulamento de Avaliação. Para rir um pouco. E para rir muito. Para ter pena dos que ficaram. E para rir mais um bocadinho.

 

- Frequência obrigatória nas aulas teóricas (que agora já não se chamam "teóricas");

- 5.º ano (Mestrado) com 8 horas de aulas por semana e exclusivamente em horário pós-laboral (18h às 20h);

- Avaliação contínua de 12 valores dispensa a realização de qualquer outra prova de exame, escrita ou oral (já se está bem a ver onde isto vai dar);

- Bonificação de 0,5 valores (quando antes eram 0,7) e só para quem fizer as disciplinas todas. Os 4 anos da licenciatura valem todos o mesmo (Bolas! Isto até teria sido bom para mim!...) e mais 0,5 de bonificação para quem não deixar disciplinas em atraso no curso inteiro;

- O que é deveras simples, já que a época de recurso é logo em Julho;

- E a nota de avaliação contínua é constituída por 50% a nota de uma única frequência e 50% da participação das aulas ex-teóricas (presumo que agoram sejam bastante didácticas) e ex-práticas (que agora são "de orientação").

 

 

E para terminar, deixo estas belas pérolas do novo R.A.:

 

Art. 20.º (Avaliação oral)

Os elementos de avaliação oral individual (...) devem ser realizados prioritariamente nas aulas (não, haviam de ser no bar! Ou quem sabe, num ou outro gabinete ou WC... coff coff), de forma personalizada e pública, não podendo o somatório dos mesmos ser inferior a 15 minutos ("Sra. D. Constança, lamento mas não lhe posso dar nota de avaliação contínua porque, do tempo que cronometrei, a senhora só contabilizou 12 minutos e 36 segundos. Lamento.").

 

Nota ao art. 34.º (Júri das provas orais)

A experiência obtida com a aplicação das regras do anterior Regulamento, a qualificação crescente do corpo docente da FDL e a exigência de justiça e rigor de um processo de avaliação que assenta na avaliação contínua, bem como a segurança de um juízo adequado, experiente e plural das classificações a atribuir como expressão do real valor demonstrado pelo aluno na disciplina implicou uma recomposição mínima dos júris das provas de avaliação, no sentido da sua colegialidade e da responsabilização dos professores nas classificações atribuídas.

(OI???? AHHHaha IIIhhhIH EHHHEH E depois apareceu o Pai Natal...)

 


Tags:


CFL @ 23:14

Sex, 27/07/07

... Porque é que é, depois de tudo, me sinto assim?

 

 

Com este sentimento de missão não cumprida...

Com este sentimento de expectativas goradas...

Com este sentimento de falhanço...

 

 




CFL @ 20:10

Qui, 26/07/07

 

Mal ou bem, cosi vinte e um emblemas em três horas.

Depois de muito tentar consegui o emprego que queria.

Mas não consegui convencer alguém a ir ao baile de finalistas.

Escrevi fitas sem conta e contei nelas tudo o que queria.

E as normas autolimitadas são normas de aplicação imediata.

Agarrei-me ao que podia e não fugi.

E ainda não acredito que já acabou.

Tive de comprar um novo traje.

Mas continuo sem saber como aqui cheguei.

E hoje consegui mesmo sair dali licenciada.

 

(Glosa ao post de 9 de Março de 2007)




CFL @ 20:27

Sab, 21/07/07

Cansada. Farta e sem coragem. O estatuto das pessoas colectivas tira a boa disposição a qualquer um e o Harry Potter está ali ao lado desde as 00.24h. À espera de um momento de pura diversão que uma história infantil (ou não assim tão infantil) nos pode dar.

 

Nunca o fim esteve tão perto (não do Harry Potter, mas do curso, embora do Harry Potter também) mas não encontro vontade para o Mundo demasiado real do Direito (ou demasiado surreal, a doutrina diverge). Os livres permanecem fechados em cima da secretária. Ficam sempre bem lá. E ainda não sei o que é uma fraude à jurisdição competente. Nem tenho vontade. Estou cansada demais para isso e morrer na praia é algo que me parece muito próximo. Já me fartei de nadar em vão.



Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


Portugueses aqui
online
Portugueses desde 28Set2008
free hit counter
hit counter
Arquivo de Ideias
Procurar ideias
 
Portugueses que me recomendam
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
subscrever feeds
blogs SAPO