CFL @ 14:27

Ter, 26/09/06

Recosto-me no meu recém adquirido colchão da minha recém adquirida cama do Ikea, que tanto me custou a montar, e abro o calhamaço.

São centenas de páginas secas, de uma leitura cansativa. O sr . A matou o sr . B com uma catana. Haverá imputação objectiva? A sra. C fugiu com o sr . D que envenenou o copo de leite da menina E, que morreu de apoplexia. Quid Juris ?

No meio deste teatro só penso porque me fui meter nisto. Desgraçada a hora em que decidi que queria ter uma nota melhor. Maldita a hora em que decidi investir na média. Mas que digo? Deliro com os pensamentos perversos do Sr. A. Adoro tentar descobrir se o Sr. D agiu com dolo ou foi negligente. E só penso no nexo de causalidade entre o copo de leite e a apoplexia da menina E. Que posso eu fazer? Estou condenada! Adoro isto!

Porque hei-de gostar de algo assim? Não há dúvida. Estou louca. Todos os juristas o são um pouco. Já fui contagiada. Não há saída. E adormeço. O Sr. A pode ser preso amanhã... e só li dez páginas do calhamaço.



kaos @ 15:20

Qua, 27/09/06

 

Mais uma Dr em leis. Quem sabe não vais colocar em ordem a justiça deste país. Se só com 10 páginas já sabes que o Sr.A pode ser preso a coisa vai no bom caminho.

Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30


Arquivo de Ideias
Procurar ideias
 
blogs SAPO