CFL @ 00:14

Ter, 07/10/08

 

Oito horas de viagem versus uma hora de julgamento. Ah, Sr.ª Dr.ª, sabe... é que o meu cliente tem oitenta anos e não ouve, não vê e mora a 50 metros do tribunal mas não pode sair de casa... assim como assim, a Sr.ª Dr.ª vai perder de qualquer forma porque isto já prescreveu há dois anos (mas diga-se que o meu cliente não deve nada!). Qual é a doença dele? Pois, é velhice, o que é que se há-de fazer? Pois, então, se quer confirmar a doença permanente, mande lá o médico a casa e volte para o mês que vem para mais oito horas de viagem. Ao menos, depois pode ir comer francesinhas à Ribeira.

 


Tags: ,

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Arquivo de Ideias
Procurar ideias
 
subscrever feeds
blogs SAPO