CFL @ 00:16

Dom, 12/03/06

Não me posso calar outra vez. E a minha indignação é tal que dispenso quaisquer floreados literários para ornamentar este pensamento. Isto é absolutamente inconstitucional! Será que a senhora que pronunciou estas palavras ainda não sabe de cor o art. 13.º da CRP (o tão conhecido princípio da igualdade?) e também o art. 64.º (direito à saúde)?

 

E que critérios servirão para esta absurda reencarnação de Noé escolher os afortunados viajantes nesta Arca à portuguesa? Afinal, quem é fundamental? Será fundamental o director clínico de um qualquer hospital, já em idade de reforma? Ou será fundamental o estudante de medicina? Será fundamental o Sr. Polícia que já não consegue correr ou o Sr. Pereira que corre atrás do ladrão que assaltou a velhinha na rua? Será fundamental a Sra. sub-directora geral da Saúde que nem sabe o que é a Constituição ou será fundamental o Sr. do lixo que todas as madrugadas lhe recolhe os saquinhos do Carrefour cheios de desperdícios orgânicos? E há uns anos atrás, o Carlos Cruz era fundamental...

 

Mas devíamos ficar felizes. Deus desceu à terra personificado em alguém que não conhecemos... em alguém que vai escolher quem é fundamental ou quem não é!

 

Sr. Deus português, posso meter uma cunha? É que eu sou fundamental porque sei o que é uma Constituição!

 

Só me resta concluir que é fundamental que quem teve esta brilhante e fundamental ideia apanhe gripe (das aves, dos porcos, dos ouriços-caixeros, de qualquer coisa)!

 

E será igualmente fundamental que a pombinha da Arca de Noé portuguesa não se constipe porque depois ninguém encontra o caminho de volta.


sinto-me: enojado

Maeve @ 15:22

Ter, 14/03/06

 

Já George Orwell dizia : "...todos iguais, mas uns mais iguais do que outros." (O Triunfo dos Porcos).

Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
25

26
27
28
29
30
31


Arquivo de Ideias
Procurar ideias
 
blogs SAPO