CFL @ 22:38

Ter, 11/09/07

A FDL , como sempre a conhecemos...

vai deixar de existir!...

 

Os mais curiosos ou os menos desprendidos da vida académica devem consultar o novo Regulamento de Avaliação. Para rir um pouco. E para rir muito. Para ter pena dos que ficaram. E para rir mais um bocadinho.

 

- Frequência obrigatória nas aulas teóricas (que agora já não se chamam "teóricas");

- 5.º ano (Mestrado) com 8 horas de aulas por semana e exclusivamente em horário pós-laboral (18h às 20h);

- Avaliação contínua de 12 valores dispensa a realização de qualquer outra prova de exame, escrita ou oral (já se está bem a ver onde isto vai dar);

- Bonificação de 0,5 valores (quando antes eram 0,7) e só para quem fizer as disciplinas todas. Os 4 anos da licenciatura valem todos o mesmo (Bolas! Isto até teria sido bom para mim!...) e mais 0,5 de bonificação para quem não deixar disciplinas em atraso no curso inteiro;

- O que é deveras simples, já que a época de recurso é logo em Julho;

- E a nota de avaliação contínua é constituída por 50% a nota de uma única frequência e 50% da participação das aulas ex-teóricas (presumo que agoram sejam bastante didácticas) e ex-práticas (que agora são "de orientação").

 

 

E para terminar, deixo estas belas pérolas do novo R.A.:

 

Art. 20.º (Avaliação oral)

Os elementos de avaliação oral individual (...) devem ser realizados prioritariamente nas aulas (não, haviam de ser no bar! Ou quem sabe, num ou outro gabinete ou WC... coff coff), de forma personalizada e pública, não podendo o somatório dos mesmos ser inferior a 15 minutos ("Sra. D. Constança, lamento mas não lhe posso dar nota de avaliação contínua porque, do tempo que cronometrei, a senhora só contabilizou 12 minutos e 36 segundos. Lamento.").

 

Nota ao art. 34.º (Júri das provas orais)

A experiência obtida com a aplicação das regras do anterior Regulamento, a qualificação crescente do corpo docente da FDL e a exigência de justiça e rigor de um processo de avaliação que assenta na avaliação contínua, bem como a segurança de um juízo adequado, experiente e plural das classificações a atribuir como expressão do real valor demonstrado pelo aluno na disciplina implicou uma recomposição mínima dos júris das provas de avaliação, no sentido da sua colegialidade e da responsabilização dos professores nas classificações atribuídas.

(OI???? AHHHaha IIIhhhIH EHHHEH E depois apareceu o Pai Natal...)

 


Tags:

Marcos @ 20:43

Qua, 12/09/07

 

muito inspirativa... mas ja te desligavas da faculdade... tens que superar esse problema LOLOL e dps admiras te resposta supreendentemente fatais. sim sim podes usar a minha mensagens desta manhã para este comentário. xircon alé alé vou ver o jogo. cada palavra é um tiro, é so pardais, pardalocas a caírem... fogo... dps admira-se!! gosto muito do seu espirito crítico...

Joana Baptista @ 22:17

Qua, 12/09/07

 

Admiro esse contacto que manténs com a FDL. Obrigada por nos ires pondo a par das novidades!
E sem dúvida que saímos de lá em boa altura!

Zeta @ 15:33

Sex, 14/09/07

 

Bem miga, quanto a "saímos de lá em boa altura" sou obrigada a contestar dados os factos que a cara colega tão bem conhece... Levem-me para lá!!! Mas já que fui obrigada a sair, ao menos que os que lá ficaram sofram muito!!! Brincadeirinha...

Marcos @ 17:03

Sab, 15/09/07

 

já que falam em pessoas com dois cursos, como por exemplo, um curso de direito e engenharia. neste, caso podes tirar um curso de direito com bolonha e outro sem bolonha. e como tens (infelizmente) mais de 23 anos tens um regime especial de ingresso. seria a senhora catarina devido a tua idade... bjs

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28

30


Arquivo de Ideias
Procurar ideias
 
blogs SAPO